Orientação Educacional

Orientação Educacional – Deliberação CEETEPS 2/2013

Responsável: Delmo Lattari Júnior

  • Planejar e coordenar a implantação e funcionamento do Serviço de Orientação Educacional, na Unidade de Ensino;
  • Organizar dados estatísticos referentes à frequência dos alunos;
  • Colaborar com a Unidade de Ensino a fim de garantir as informações sobre a vida escolar dos alunos, encaminhando dúvidas e questionamentos aos órgãos e servidores competentes;
  • Participar de reuniões pedagógicas, de área e da equipe gestora, além dos demais eventos escolares, inclusive os extracurriculares;
  • Reunir-se com pais e responsáveis, quando solicitado pela direção;
  • Mobilizar a escola, a família e os alunos para a investigação coletiva da realidade, propiciando a articulação entre a realidade vivenciada na comunidade e os conteúdos trabalhados em sala de aula;
  • Promover atividades que levem o aluno a desenvolver a compreensão dos direitos e deveres da pessoa humana, do cidadão, do Estado, da família e dos demais grupos que compões a comunidade;
  • Despertar no aluno o respeito pelas diferenças individuais, à valorização do trabalho como meio de realização pessoal e fator de desenvolvimento social, o sentimento de responsabilidade e de confiança nos meios pacíficos para o encaminhamento e solução de problemas;
  • Orientar o aluno para a escolha de representantes de classe, comissões e participação no conselho de classe e de escola;
  • Colaborar com a formação permanente do corpo discente, no que diz respeito aos valores e atitudes;
  • Buscar a cooperação dos educandos, ouvindo-os com paciência e atenção, orientando-os quanto às usas escolhas, relacionamento com os colegas e professores e vivências familiares;
  • Trabalhar preventivamente, promovendo condições que favoreçam o desenvolvimento do educando;
  • Mediar às relações interpessoais entre os alunos e a escola;
  • Oferecer às famílias subsídios que as orientem e as façam compreender os princípios subjacentes à tarefa de educar os filhos, para maior autorrealização dos mesmos;
  • Incentivar a participação dos alunos nos órgãos colegiados, tais como Conselhos Escolares, Grêmio Estudantil e Cooperativas;
  • Favorecer a construção de um ambiente democrático e participativo, onde se incentive a produção do conhecimento por parte da comunidade escolar, promovendo mudanças atitudinais, procedimentais e conceituais nos indivíduos;
  • Colaborar na elaboração e execução da proposta do Projeto Político Pedagógico e do Plano Plurianual de Gestão;
  • Planejar e implementar ações referente à inclusão de alunos portadores de necessidades especiais;
  • Acompanhar os casos encaminhados pela direção ao Conselho Tutelar;
  • Assistir alunos que apresentam dificuldades de ajustamento à escola, problemas de rendimento escolar e/ou outras dificuldades escolares, especialmente na recuperação e nos casos de progressão parcial, por meio de gerenciamento e coordenação das atividades relacionadas com o processo de ensino-aprendizagem;
  • Desenvolver atividades de hábitos de estudo e organização, planejando atividades educacionais de forma integrada, com a finalidade de melhoria do rendimento escolar;
  • Interagir com o corpo docente, auxiliando-o na tarefa de compreender o comportamento dos alunos e das classes.